fim

É do fim que se começa. Então, viajante, saímos agora do fim. Da pedra. Da vida de pedra. Estamos renascendo agora neste diário novo. Você e eu, viajante. E se estamos começando esta viagem agora, lembre-se: é importante manter-se vivo. Mesmo que como uma pedra. Vamos, pegue suas coisas.

20 agosto 2013

ansiedade

daqui pra frente só há despedidas.

14 abril 2012

tubarão

sempre de olhos abertos
sem perder nada da viagem

no ataque para ser atacado
sua forma de ser é a própria vida emanada
sinuoso ao visgo da vida em manada

05 março 2011

rasgo

Teu sorriso me doi em cada dente.


Cadente.

03 dezembro 2010

baixo

Te vi no metrô.

Te vi no retrô.

26 setembro 2010

atemporal

hoje te vi com quinze anos
e vi o brilho abissal de seus olhos
que me leva aos meus quinze anos

18 julho 2010

exilio

posso dizer que sempre fui uma ilha
de culpa
cercada de mágoas por todos os lados.

21 junho 2010

itens

Já cantei meus Greatest Hits
E escrevi meu Best Seller.

Já voei por cima do Himalaia
E escalei Quéops.

Rodei no circuito de Jerez
E puxei o manche do Mig 21.

Li todas as mensagens da Voyager
E maltratei a grama do Maracanã.

Hora de começar outra lista.